Destaques

Mistérios da ISO9001 #3: Objetivos da Qualidade

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Nossa experiência acumulada com auditorias e consultorias de SGQ (Sistemas de Gestão da Qualidade) nos mostra que algumas não conformidades são recorrentes, mas não deveriam ser, pois prejudicam a organização. Uma delas refere-se aos Objetivos da Qualidade.  

O item 6.2 da ISO9001 requer o estabelecimento de objetivos da qualidade, coerentes com a política da qualidade, nas funções, níveis e processos pertinentes do SGQ. Ainda, o alcance desses objetivos deve ser planejado, indicando o que será feito, quais recursos serão requeridos, quem será responsável, quando isso será concluído e como os resultados serão avaliados. Essas informações são confirmadas na ISO9000:2015 no item 3.7.2. 

O que parece claro é desconsiderado por muitas empresas, que: 

– não mostram coerência clara entre os Objetivos da Qualidade e a Política da Qualidade (por exemplo, objetivos como “aumento de faturamento” ou “redução de custos”, sem que a Política da Qualidade mencione tais temas explicitamente ou mesmo implicitamente); 

– não estabelecem claramente esses objetivos (às vezes criam declarações vagas dentro da própria Política, no Manual da Qualidade ou outro documento, que são desconhecidas ou esquecidas pela grande maioria da empresa, incluindo seus gestores); 

– não planejam como alcançar esses objetivos, ou seja, não há um planejamento prévio, apenas (às vezes nem isso) ações tomadas quando os objetivos não são alcançados; 

Mas é de se imaginar que a empresa estabeleceu o SGQ com algum objetivo (talvez atender a uma pressão dos clientes), pois imaginar que a empresa resolveu investir em um sistema sem esperar nada dele em troca parece absurdo. 

Além disso, o simples fato de medir algo (e mostrar a todos que essa medição existe e é considerada importante), pode fazer esse algo melhorar. E bons objetivos da qualidade acompanhados de planos de ação bem estruturados, podem trazer grandes benefícios à empresa. 

É portanto um contrassenso ignorar ou não se dar a devida importância ao estabelecimento e medição ou monitoramento de objetivos da qualidade corretamente definidos, apoiados por recursos adequados e bem acompanhados. A empresa provavelmente perde ou deixa de ganhar muito. Passa a ser então um mistério a razão de ainda encontrarmos empresas com falhas nesse requisito. 

A Lato Qualitas pode auxiliar sua empresa a manter e melhorar o Sistema de Gestão de sua empresa. 

Autor do artigo:
Nasario de S. F. Duarte Jr.

Deixe um comentário

ÚLTIMOS ARTIGOS

Mistérios da ISO9001 #4: Satisfação do Cliente

Após anos prestando serviços de consultoria e auditoria em SGQ (Sistemas de Gestão da Qualidade) algumas falhas de interpretação de requisitos da ISO9001:2015 nos intrigam pelo fato de não compreendermos o porquê.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS