Destaques

Preparação e Resposta a Emergências

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Preparação e resposta a emergências ambientais e de segurança e saúde

As normas ISO14001:2015 e ISO45001:2015 possuem o requisito 8.2 “Preparação e resposta a emergências” em comum.

Ambas requerem o estabelecimento, implementação e manutenção de processo(s) para preparar-se e responder a potenciais situações de emergências identificadas a partir dos riscos (aspectos e impactos ambientais ou perigos e riscos de SSO, respectivamente). É importante ressaltar que muitas empresas não fazem tão bem essa ligação entre os riscos e a identificação de cenários de emergência.

A partir daí as normas pedem que se estabeleçam ações de prevenção (ex.: treinamento de brigadas) e de mitigação dos efeitos adversos (ex.: redução de danos, primeiros socorros, etc.).

As ações para prevenir e para mitigar consequências devem ser proporcionais ao tamanho do problema a ser enfrentado.

Logicamente situações reais de emergência devem ser enfrentadas, e o resultado da resposta proporcionada analisado criticamente e, se necessário, o processo deve ser revisado.

Teste periódico das ações planejadas (onde viável) é necessário. Esse é um ponto muitas vezes falho nas empresas, que não estabelecem periodicidade ou não a obedecem. Para a ISO45001, é entendido que sempre é viável testar e exercitar a capacidade de respostas planejadas. O resultado dessas simulações e testes deve ser analisado criticamente e os processos aprimorados, se necessário.

Tanto a ISO14001 quanto a ISO45001 requerem que seja provida comunicação de informação pertinente para partes interessadas relevantes (contratados, visitantes, serviços de resposta a emergência, autoridades governamentais e, como apropriado, a comunidade local).

A ISO45001 pede que haja comunicação e provimento de informações pertinentes para todos os trabalhadores em suas tarefas e responsabilidades relacionadas à preparação e resposta a emergências.

A organização deve manter e reter informação documentada na extensão necessária, para ter confiança de que o(s) processo(s) seja(m) realizado(s) conforme planejado(s).

Importante é fazer a diferenciação entre o que vem a ser uma situação de emergência ambiental e uma de segurança e saúde. Um incêndio pode afetar a ambos os sistemas, mas a evacuação de um prédio é pertinente apenas ao SGSSO, enquanto que evitar que as águas contaminadas com resíduos do incêndio alcancem a rede pluvial é pertinente apenas ao SGA. Uma explosão que tenha poder de afetar apenas os trabalhadores é uma emergência de SGSSO, enquanto que uma explosão que possa afetar residências vizinhas à empresa é um problema ambiental. Saber diferenciar e tomar ações apropriadas a uma ou outra situação é muito importante e normalmente mal compreendido.

 

A Lato Qualitas pode auxiliar sua empresa a manter e melhorar o Sistema de Gestão Ambiental e de Saúde e Segurança Ambiental de sua empresa.

 

Nasario, Lato Qualitas, Mar/22

Deixe um comentário

ÚLTIMOS ARTIGOS

Dia Mundial da Água

Dia 22 de Março comemorar-se-á o Dia Mundial da Água. A data foi instituída pela ONU em 1992 para promover a reflexão sobre a importância

Dia Mundial do Consumidor

O Dia Mundial do Consumidor é comemorado anualmente em 15 de março desde 1983. Essa data foi escolhida para em razão de um discurso feito em 15 de

ÚLTIMAS NOTÍCIAS