Destaques

Gestão de Mudanças e Sistemas de Gestão

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A mudança faz parte da rotina das empresas, sejam elas planejadas ou não, e é importante gerí-las, pois toda mudança traz consigo riscos e oportunidades.

As normas ISO9001:2015 (e por conseguinte a IATF16949:2016), ISO14001:2015 e ISO45001:2018 requerem que o contexto interno e externo e requisitos de partes interessadas sejam monitorados identificar e relatar as mudanças à Alta Direção para que ela decida se mudanças no sistema de gestão são necessárias. Mudanças no sistema de gestão devem ser realizadas de uma maneira planejada e sistemática, de maneira a assegurar que a integridade do sistema de gestão seja mantida. Mudanças nos processos e nas atribuições das pessoas podem ser necessárias para atingir os resultados pretendidos. A organização deve controlar mudanças planejadas e analisar criticamente as consequências de mudanças não intencionais, tomando ações para mitigar quaisquer efeitos adversos, como necessário. Mudanças devem ser comunicadas, como apropriado, e a informação documentada pertinente deve ser atualizada. Ao ocorrer uma não conformidade, incluindo as provenientes de reclamações, a organização deve realizar mudanças no sistema de gestão, se necessário. O programa de auditoria deve levar em consideração mudanças que afetam a organização.

Comunicação com o cliente relativa a mudanças em pedidos e contratos deve ser mantida. Informação documentada com os requisitos para produtos e serviços deve ser emendada e pessoal pertinente alertado sobre as mudanças nesses requisitos. Mudanças feitas durante, ou subsequentemente a, o projeto e desenvolvimento de produtos e serviços devem ser identificadas, analisadas criticamente e controladas para assegurar que não haja impacto adverso sobre a conformidade com requisitos. Informação documentada sobre as mudanças, resultados da análise crítica, autorização de mudanças e ações tomadas para prevenir impactos adversos devem ser retidas.

Mudanças para produção ou provisão de serviços devem ser analisadas criticamente e controladas para assegurar continuamente conformidade com requisitos. Informação documentada deve ser retida para descrever os resultados das análises críticas de mudanças, as pessoas que autorizam a mudança e quaisquer ações necessárias decorrentes da análise crítica. Ao abordar necessidades e tendências de mudanças, a organização deve considerar seu conhecimento no momento e determinar como adquirir ou acessar qualquer conhecimento adicional necessário e atualizações requeridas. Mudanças, incluindo desenvolvimentos planejados ou novos, e atividades, produtos e serviços novos ou modificados devem ser consideradas para determinar os aspectos ambientais da organização. Deve haver processos para identificar perigos a partir de mudanças reais ou propostas na organização, operações, processos, atividades e no sistema de gestão de SSO, incluindo mudanças no conhecimento de, e informação sobre, riscos. Mudanças temporárias e permanentes, incluindo requisitos legais, devem ser consideradas.

A Lato Qualitas pode auxiliar sua organização a melhorar a gestão de mudanças.

 

Nasário de S. F. Duarte Jr.
18 de junho de 2018

Deixe um comentário

ÚLTIMOS ARTIGOS

Os fatores de sucesso da IATF

Até os anos 1980s, relógios eram produtos reconhecidos pela precisão mecânica e considerados um bem de valor, passando inclusive como herança de pais para filhos.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Scroll Up